Pesquisar
Close this search box.

Agressor de jovem negro, policial civil tem histórico de agressões contra a própria mãe

Caso revelado pela Ponte Jornalismo repercutiu nas redes sociais com policial militar ignorando as agressões e as ameaças de um policial civil contra um jovem negro em espaço público
Imagem mostra o policial civil apontando arma para jovem negro.

Foto: Reprodução

16 de novembro de 2023

O policial civil Paulo Hyun Bae Kim, responsável por ameaçar com uma arma de fogo um jovem negro em frente ao Metrô Carandiru, na Zona Norte de São Paulo, no último domingo (12), tem um histórico de agressões. Levantamento feito pela Uneafro Brasil mostra que o agente de segurança pública chegou a agredir familiares.

O agente de segurança pública solicitou Habeas Corpus em 2014, depois de ter sido alvo de inquérito policial e investigação por ter agredido a mãe. Ele deixou hematomas nos braços da mãe, com um disparo de arma de fogo no local para causar temor entre os presentes.

Kim foi denunciado pela irmã para a Corregedoria da Polícia Civil, órgão do qual faz parte, inclusive com requerimento de aplicação de Medida Protetiva.

Conforme publicado pela Ponte Jornalismo, o policial civil ameaçou um jovem negro com uma arma contra seu rosto. Pessoas que estavam no local e o jovem pediram ajuda para uma policial militar, que estava na entrada do Metrô Carandiru, mas a agente de segurança pública negou ajuda ao jovem, além de agredi-lo com um chute.

O Núcleo Jurídico da Uneafro Brasil denunciou a prática à Ouvidoria das Polícias. De acordo com a nota enviada, o movimento entende que os dois agentes “atuaram de forma totalmente ilegal, violenta e desrespeitosa, praticando os crimes de Abuso de Autoridade, Ameaça, Injúria, Lesão Corporal, Prevaricação, inclusive com a Restrição da Liberdade do Jovem Negro na Estação de Metrô Carandiru da Capital de São Paulo”.

  • Pedro Borges

    Pedro Borges é cofundador, editor-chefe da Alma Preta. Formado pela UNESP, Pedro Borges compôs a equipe do Profissão Repórter e é co-autor do livro "AI-5 50 ANOS - Ainda não terminou de acabar", vencedor do Prêmio Jabuti em 2020 na categoria Artes.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

papo-preto-logo

Cotidiano

Na ONU, Brasil reafirma compromisso com a pauta racial no combate à violência

Mais de 80% dos modelos de campanhas publicitárias brasileiras são brancos, aponta estudo

O Quilombo

Aprovação do Dia Nacional do Funk é marco contra marginalização

Independência, liberdade e escravidão na Argentina

Clima e Meio Ambiente

Programa capacita lideranças das periferias do Rio para debates sobre questão climática

Território brasileiro pegou fogo em um a cada quatro hectares nos últimos 40 anos