Pesquisar
Close this search box.

Medicação pediátrica contra Chagas volta a ser distribuída no SUS

Boletim epidemiológico mostra que 1 milhão de pessoas vive com a Chagas; região Norte e o estado da Bahia, no Nordeste, lideram número de casos
Imagem mostra médico negro atendendo mãe e filho, também negros.

Foto: Reprodução

25 de dezembro de 2023

Após oito anos, o Ministério da Saúde retomou o fornecimento do antiparasitário benznidazol 12,5 mg, o único medicamento pediátrico usado no tratamento da doença de Chagas no Brasil. Ao todo, 12 mil unidades com a dosagem infantil foram adquiridas para atender a demanda dos estados.

De acordo com o boletim epidemiológico da doença, estima-se que haja pelo menos 1 milhão de pessoas infectadas pelo protozoário Trypanosoma cruzi, transmissor da doença de Chagas. As notificações de infecções são mais frequentes na região Norte e no estado da Bahia, no Nordeste.

A doença de Chagas é transmitida pelo inseto barbeiro, que normalmente se abriga em lugares de mata, ninhos de pássaros, toca de animais, tronco de árvore, monte de lenha, debaixo de pedras ou lugares próximos a fonte de alimentos.

A transmissão da doença se dá pelas fezes do inseto depositadas sobre a pele humana. Na maioria dos casos, a picada provoca coceira e o ato de coçar pode facilitar a transmissão no local da picada. A contaminação também pode acontecer por ingestão de alimentos, ou de forma vertical, quando a gestante passa para o bebe na barriga ou durante o parto.

Os sintomas podem variar de acordo com o grau da infecção, que pode ser aguda ou crônica. A fase aguda pode ou não causar sintomas como febre, mal-estar, falta de apetite, edemas (inchaços) na pálpebra ou em outras partes do corpo, aumento do baço e do fígado e distúrbios cardíacos.

Já a forma crônica se manifesta nas formas indeterminadas (assintomática), cardíaca, digestiva ou cardiodigestiva. Em crianças, o quadro pode causar óbito.

  • Patricia Santos

    Jornalista, poeta, fotógrafa e vídeomaker. Moradora do Jardim São Luis, zona sul de São Paulo, apaixonada por conversas sobre territórios, arte periférica e séries investigativas.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

papo-preto-logo

Cotidiano

Na ONU, Brasil reafirma compromisso com a pauta racial no combate à violência

Mais de 80% dos modelos de campanhas publicitárias brasileiras são brancos, aponta estudo

O Quilombo

Aprovação do Dia Nacional do Funk é marco contra marginalização

Independência, liberdade e escravidão na Argentina

Clima e Meio Ambiente

Programa capacita lideranças das periferias do Rio para debates sobre questão climática

Território brasileiro pegou fogo em um a cada quatro hectares nos últimos 40 anos