Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Operação Verão: PM faz mais 2 vítimas e total de mortos chega a 53

Dois homens morreram a tiros na tarde da segunda-feira (25); SSP alega tiroteio com o tráfico
Pedro Borges / Alma Preta Jornalismo

Foto: Pedro Borges / Alma Preta Jornalismo

26 de março de 2024

Mais duas pessoas foram mortas pela Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMSP) durante a Operação Verão na Baixada Santista. Os dois homens, não identificados, morreram na tarde da segunda-feira (25), no Guarujá (SP). Com esses, a Operação Verão contabiliza 53 pessoas mortas.

A versão relatada pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) alega tiroteio. De acordo com a SSP, os policiais teriam sido recebidos a tiros pelos dois quando realizavam incursão no local. 

“O caso foi registrado como tráfico de drogas, tentativa de homicídio, morte decorrente de intervenção policial e legítima defesa na Delegacia do Guarujá” diz trecho de nota da SSP. Com as vítimas teriam sido encontradas uma balança e maconha.

A operação Verão é sucessora da Operação Escudo, deflagrada em fevereiro após a morte de um soldado da Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (ROTA). 

Ambas ações são alvo de denúncias da Ouvidoria e de órgãos relacionados aos direitos humanos, por execuções e violência policial. Segundo dados apurados pela Agência Brasil, foram registrados 69 óbitos na região nos primeiros três meses do ano.

Confira a nota completa da SSP:

Dois homens morreram após atirar contra policiais militares na tarde de segunda-feira (25) na rua Uruguai, em Guarujá. Policiais militares realizavam incursão no local quando viram um homem se escondendo no interior de uma residência. Ao se aproximarem os PMs foram recebidos a tiros por dois criminosos. Houve intervenção, eles foram atingidos e morreram no local. A polícia apreendeu duas pistolas 9mm, maconha e balanças de precisão. O caso foi registrado como tráfico de drogas, tentativa de homicídio, morte decorrente de intervenção policial e legítima defesa na Delegacia do Guarujá. A perícia foi acionada e todas as circunstâncias relativas aos fatos serão apuradas

  • Verônica Serpa

    Graduanda de Jornalismo pela UNESP e caiçara do litoral norte de SP. Acredito na comunicação como forma de emancipação para populações tradicionais e marginalizadas. Apaixonada por fotografia, gastronomia e hip-hop.

    View all posts

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano