Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Saúde recebe mais de 21 mil novos cadastros de voluntários após enchentes no RS

Os voluntários fazem parte do programa de apoio emergencial do Sistema Único de Saúde (SUS)
Soldados da Força Aérea Brasileira preparam doações a serem enviadas às vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul, na Base Aérea de Brasília, Brasil, em 10 de maio de 2024.

Foto: Evaristo Sa/AFP

10 de maio de 2024

Após o decreto de calamidade pública no estado do Rio Grande do Sul, mais de 21 mil novos cadastros foram registrados no programa Força Nacional do Sistema Único de Saúde (FN-SUS) que, desde 2011, registra voluntários para demandas de assistência e repressão a situações de epidemias, desastres ou desassistência da população em caso de incapacidade do estado ou município. Até o fim da tarde da quinta-feira (9), quando a informação foi divulgada pelo Ministério da Saúde, o serviço contava com 68.464 mil cadastros, até o dia 30 de abril eram 46.718 mil voluntários.

Durante a atuação no estado, aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) foram enviados de Brasília à Base Aérea de Canoas (RS), com equipamentos, mantimentos e profissionais que lidam com a entrega e armazenagem de cesta de alimentos, além de integrantes da Polícia Rodoviária Federal, do Corpo de Bombeiros e equipes da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), segundo a pasta.

A ministra da Saúde, Nísia Trindade, destacou que o órgão está na busca de amparo ao Rio Grande do Sul ao intensificar operações de resgate e cuidados emergenciais. Segundo ela, serão enviados quantos profissionais, suporte e equipamentos forem necessários. 

Além de tragédias ambientais, a Força Nacional do SUS também age em situações epidemiológicas, surtos e epidemias que apresentem risco de disseminação nacional; sejam produzidos por agentes infecciosos inesperados; representem a reintrodução de doença erradicada; apresentem gravidade elevada; ou extrapolem a capacidade de resposta da direção estadual do Sistema Único de Saúde.

O registro de novos voluntários pode ser feito através de formulário da pasta. O cadastro é permanente, de forma que convocações possam ser feitas em eventuais futuras missões.

  • Patricia Santos

    Jornalista, poeta, fotógrafa e vídeomaker. Moradora do Jardim São Luis, zona sul de São Paulo, apaixonada por conversas sobre territórios, arte periférica e séries investigativas.

    View all posts

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano