Pesquisar
Close this search box.

Concurso ‘Comida di Buteco’ se torna Patrimônio Cultural Gastronômico do Rio de Janeiro

O evento premiou o Bar Peixaria Divina Providência em sua 24º edição nacional
Na foto, a deputada estadual Verônica Lima participa do concurso Comida Di Buteco, patrimônio imaterial do Rio de Janeiro.

Foto: Evelyn Lee

6 de junho de 2024

O concurso Comida Di Buteco se tornou Patrimônio Cultural gastronômico e imaterial do Estado do Rio de Janeiro. A legislação de autoria da deputada estadual Verônica Lima (PT) foi publicada nesta terça-feira (4) no Diário Oficial.

“O boteco é uma instituição carioca, que se espalha por todo o Estado do Rio de Janeiro. Por isso, o Comida Di Buteco faz tanto sucesso por aqui. Para além do incremento econômico que ele gera, é um evento que une a gastronomia e a cultura”, declarou a parlamentar em nota à imprensa.

Com o lema “Somos Todos Buteco”, o evento premiou o Bar Peixaria Divina Providência em sua 24º edição nacional. O espaço fica localizado em Irajá, na Zona Norte da capital fluminense.

“O concurso cumpre um papel importantíssimo de fortalecimento e garantia de visibilidade para a gastronomia local e a cultura popular dos territórios participantes”, acrescentou Verônica Lima. 

Além do Comida di Buteco, recentemente o Museu do Samba, o grupo Afoxé Filhos de Gandhi, e a Dança do Passinho também se tornaram patrimônio cultural imaterial no estado do Rio de Janeiro. 

  • Mariane Barbosa

    Curiosa por vocação, é movida pela paixão por música, fotografia e diferentes culturas. Já trabalhou com esporte, tecnologia e América Latina, tema em que descobriu o poder da comunicação como ferramenta de defesa dos direitos humanos, princípio que leva em seu jornalismo antirracista e LGBTQIA+.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano