Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Vera Lúcia é nomeada ministra substituta do TSE

Vera é a segunda mulher negra a compor a Corte, ao lado de Edilene Lobo
Imagem mostra a ministra Vera Lúcia, escolhida para integrar o TSE como substituta.

Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

26 de dezembro de 2023

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), nomeou a advogada baiana Vera Lúcia Santana Araújo ao cargo de ministra substituta do Tribunal Superior Eleitoral. O decreto foi publicado na edição extra do Diário Oficial da União no sábado (23).

O nome de Vera era um dos três indicados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e foi escolhido pelo presidente. A ministra vai ocupar o cargo no lugar de Maria Cláudia Bucchianeri Pinheiro, que terminou seu mandato na corte. 

Vera Lúcia tem 63 anos, e há 30 atua como advogada. Já compôs o Conselho Penitenciário do Distrito Federal e a Comissão Nacional dos Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), faz parte da Executiva Nacional da Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD) e da Frente de Mulheres Negras do Distrito Federal e Entorno.

O TSE é composto por sete ministros, sendo três do STF, dois do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e dois advogados com notórios saberes jurídicos e seus respectivos substitutos. A ministra vai ocupar o cargo por dois anos na Corte, que pode ser renovado por mais um biênio. 
Em 91 anos de justiça eleitoral, apenas 11 mulheres integraram o Plenário do TSE como ministras efetivas ou substitutas.

  • Patricia Santos

    Jornalista, poeta, fotógrafa e vídeomaker. Moradora do Jardim São Luis, zona sul de São Paulo, apaixonada por conversas sobre territórios, arte periférica e séries investigativas.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano