Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

PM agride e aponta arma para jovem que ia visitar a namorada em Salvador

Jovem estava com a chave, mas foi questionado pelo policial que também é morador; a namorada vive no prédio há dois anos e sempre recebeu o namorado em casa

 

Jovem foi agredido por PM ao visitar a namorada

Foto: Imagem: Reprodução

13 de junho de 2022

Um jovem negro de 25 anos levou dois tapas no rosto e foi ameaçado por um policial militar em Salvador, no começo da noite de sábado, dia 11, véspera do Dia dos Namorados. Ele estava indo à casa da namorada, para passar o final de semana com a moça, que mora há dois anos no prédio.

O rapaz estava voltando do trabalho e trazia um pouco de camarão para fazer uma moqueca para comemorar o Dia dos Namorados. Ele interfonou para a namorada e ela jogou a chave pela janela, porque o sistema que destrava a porta para visitantes estava quebrado. Quando o jovem ia entrar no condomínio, que fica na rua Jardim das Limeiras, no bairro de Canabrava, um casal estava saindo. Ele passou pela mulher e aproveitou o portão aberto para entrar e logo em seguida fechou com a chave.

Segundo o jovem, um homem então começou a questioná-lo sobre quem era e para onde ia. Ele disse que explicou que ia visitar a namorada e que tinha a chave. O homem então o ameaçou e disse que iria colocá-lo para fora do condomínio. O rapaz disse novamente que ia ver a namorada que mora no prédio.

“Nessa hora, como dá para ver nas imagens (da câmera de segurança), ele pula a grade do portão, mesmo com a porta aberta pelo meu namorado com a chave, e dá dois tapas violentos no rosto dele e ainda mostra a arma. Meu namorado tem 25 anos e nunca apanhou de ninguém no rosto, nem dos pais dele. O que mais dói é a humilhação. Se fosse um jovem branco, não teria sido agredido”, disse a moça, que pediu para não se identificar por temer represálias do agressor, que é morador do prédio e circula armado.

O agressor seria um policial militar que mora no mesmo andar da namorada do jovem que foi agredido. Depois da agressão, a companheira do policial militar interfonou para a namorada e se justificou dizendo que não conhecia o rapaz.

“Moro aqui há dois anos. O meu namorado me ajudou com a mudança e vem sempre aqui. Não tenho a obrigação de apresentá-lo para todos os moradores do condomínio”, contou a namorada.

agressão a jovem BA

PM pulou a grade do prédio para agredir jovem que tinha a chave na mão (Reprodução)

A Alma Preta Jornalismo entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) questionando sobre o caso de violência policial e sobre o agressor. O órgão não respondeu se a arma usada pelo policial para ameaçar o jovem que ia visitar a namorada é a arma de serviço do PM.

O jovem fez um boletim de ocorrência eletrônico relatando o que aconteceu e pretende também fazer uma queixa na corregedoria da Polícia Militar.

“Era uma situação para ser resolvida de outra forma. Isso não pode ficar assim. Ele poderia ter atirado no meu namorado, na porta do meu prédio, por uma coisa boba. É revoltante”, disse a namorada.

A Polícia Civil da Bahia confirmou o registro da ocorrência e informou que o caso será investigado pela 10ª DT/Pau da Lima. O nome do policial militar não foi revelado.

Matéria atualizada às 16h com a informação emitida em nota pela Polícia Civil da Bahia.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano