Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Sobe para 43 o número de mortos pela PM na Baixada Santista

Vítima foi morta pela ROTA na porta de casa com três tiros de fuzil
Imagem mostra a rua de uma comunidade na Baixada Santista.

Foto: Pedro Borges / Alma Preta

12 de março de 2024

Mais uma pessoa foi morta pela Polícia Militar na Baixada Santista na madrugada desta terça-feira (12). Desta vez, o óbito foi registrado no bairro de Itararé, em São Vicente (SP). A vítima é a 43ª pessoa a morrer na Operação Verão, deflagrada desde o início do ano.

Segundo o Boletim de Ocorrência (BO), a autoria do óbito é das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (ROTA). Jeferson Roberto Romano foi atingido na porta de casa com cinco tiros, sendo três de fuzil e dois de pistola glock. 

A versão dada pela corporação cita um confronto. O BO indica que a vítima foi levada ao hospital e não resistiu aos ferimentos. 

Na segunda-feira (11) ocorreram outros dois óbitos no Dique Samambaituba, também em São Vicente, durante incursão do Batalhão de Ações Especiais de Polícia (BAEP).

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP) “informa que dois criminosos morreram após entrarem em confronto com uma equipe do Baep, na tarde desta segunda-feira (11), no Dique de Sambaituba, em São Vicente. Ambos os suspeitos foram socorridos ao pronto-socorro da cidade, onde passaram por procedimentos médicos, mas não resistiram. Os fatos serão registrados na Delegacia sede do município e mais detalhes serão fornecidos posteriormente”. 

A SSP ainda não tem informações sobre o óbito ocorrido nesta madrugada.

Alteração de local do óbito

O Ministério Público do Estado de São Paulo (MPSP) abriu uma investigação no início de março para averiguar denúncias de funcionários da área da saúde de Santos (SP). Eles alegam que as pessoas mortas nas operações da Baixada Santista são levadas aos hospitais, alterando assim a cena dos casos.

As alegações contradizem a versão oficial da polícia, de que as pessoas estariam sendo levadas em vida aos hospitais. Esse translado prejudicaria as investigações dos óbitos.

É o que denunciam também os familiares das vítimas. Vídeos circulam na internet com imagens de pessoas mortas sendo retiradas das regiões dos supostos confrontos.

Sobre o óbito ocorrido nesta madrugada, a SSP diz que os policiais foram acionados após uma denúncia anônima, que apontava para a “localização de um integrante de uma organização criminosa”.

“Os PMs foram até o apartamento indicado e foram recebidos pelo suspeito. Ao notar que se tratavam de policiais, o suspeito resistiu à prisão e apontou uma pistola na direção dos agentes, que intervieram. O homem foi atingido e levado ao Hospital Vicentino, mas não resistiu”, diz trecho do parecer.

Confira a nota da SSP completa: 

Policiais militares foram acionados após receberem denúncia anônima que apontava para a localização de um integrante de uma organização criminosa, na madrugada desta terça-feira (12), no bairro Itararé, em São Vicente. Os PMs foram até o apartamento indicado e foram recebidos pelo suspeito. 

Ao notar que se tratavam de policiais, o suspeito resistiu à prisão e apontou uma pistola na direção dos agentes, que intervieram. O homem foi atingido e levado ao Hospital Vicentino, mas não resistiu. 

A arma dele e seu aparelho celular foram apreendidos e encaminhados para a perícia, bem como a arma dos policiais. O caso foi registrado como morte decorrente de intervenção policial e tentativa de homicídio pela Delegacia de São Vicente. Todas as circunstâncias dos fatos serão investigadas. O criminosos tinha passagem por roubo, associação criminosa, receptação e porte ilegal de arma. O caso foi registrado como morte decorrente de intervenção policial e tentativa de homicídio pela Delegacia de São Vicente.

  • Verônica Serpa

    Graduanda de Jornalismo pela UNESP e caiçara do litoral norte de SP. Acredito na comunicação como forma de emancipação para populações tradicionais e marginalizadas. Apaixonada por fotografia, gastronomia e hip-hop.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano