Olimpíadas 2024

Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Victor e Dan: nova geração do samba destaca o gênero como resistência cultural

Primos de São Bernardo do Campo (SP) conquistam o Brasil com suas harmonias e mensagens de amor, fé e esperança
Imagem da dupla Victor e Dan, nova geração do samba que destaca em suas canções a importância do gênero na luta contra as desigualdades no Brasil.

Foto: Giovanna Xavier/Reprodução/Redes Sociais

15 de junho de 2024

A dupla musical Victor e Dan, primos oriundos de São Bernardo do Campo, cidade do interior de São Paulo, vêm ganhando destaque no cenário musical brasileiro e mundial com suas harmonias e letras que falam sobre amor, fé e esperança. Com uma crescente base de fãs, Victor e Dan estão conquistando seguidores em diversas plataformas digitais, acumulando mais de 160 mil seguidores no Instagram e milhões de visualizações no TikTok.

Em entrevista à Alma Preta, a dupla ressaltou a importância do samba em seu repertório artístico e sua relevância como uma forma de luta contra as desigualdades. “O samba é patrimônio cultural do nosso país, está enraizado em nós brasileiros. O samba tem extrema importância para nossa cultura, socialização e até na parte religiosa, porque de certa forma, está ligado às religiões de matrizes africanas. O Samba é vida!”, afirmou Victor.

Para Dan, o samba é uma manifestação cultural que mostra a força e a resistência do povo negro, celebrando a identidade afro-brasileira. “Por meio de suas letras, ritmos e danças, o samba expressa a história, as tradições, a religiosidade. É uma forma de arte que mostra a identidade e a diversidade cultural afro-brasileira, onde traz a valorização e o reconhecimento da contribuição dos negros para a sociedade brasileira”.

Victor e Dan não se limitam a um único estilo musical, navegando com talento entre Pagode, R&B, Pop e Música Popular Brasileira (MPB). Parte de uma nova geração de músicos sambistas, a dupla vê nas rodas de samba um espaço acolhedor e sem preconceitos.

Nova geração de sambistas reúne repertório diversificado. Foto: Arquivo Pessoal

A trajetória dos músicos reflete a influência musical diversificada que carregam em seu repertório, buscando atingir os mais altos níveis da música brasileira e mundial. Entre suas principais referências estão artistas como Legado, Delacruz, Mr Dan, Seu Jorge, Djavan e Jorge Vercillo.

A dupla hoje conta com um álbum lançado em todas as plataformas digitais, o “Nossa Vibe”. Lançado em maio, o material conta com nove faixas, entre elas as canções “Meu Vício”, que conta com uma performance ao vivo no Youtube e “Amar Sem Tocar”, uma das mais reproduzidas no Spotify.

Confira as canções do disco abaixo:

  • Giovanne Ramos

    Jornalista multimídia formado pela UNESP. Atua com gestão e produção de conteúdos para redes sociais. Enxerga na comunicação um papel emancipatório quando exercida com responsabilidade, criticidade, paixão e representatividade.

  • Pedro Borges

    Pedro Borges é cofundador, editor-chefe da Alma Preta. Formado pela UNESP, Pedro Borges compôs a equipe do Profissão Repórter e é co-autor do livro "AI-5 50 ANOS - Ainda não terminou de acabar", vencedor do Prêmio Jabuti em 2020 na categoria Artes.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

papo-preto-logo

Cotidiano