Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Comprova: Vídeo usa áudio de outro evento para fazer crer que torcida do Flamengo xingou Lula em jogo no Maracanã

O áudio em questão, com xingamentos a Lula, foi retirado de vídeo de um comício de Bolsonaro em São Gonçalo, no Rio de Janeiro

Imagem: Gilvan de Souza/Flamengo

Foto: Imagem: Gilvan de Souza/Flamengo

27 de outubro de 2022

Falso: É falso o vídeo em que torcedores do Flamengo supostamente xingam Luiz Inácio Lula da Silva (PT) durante partida de futebol no Rio de Janeiro. A peça é resultado de uma montagem feita no TikTok, que aproveita áudio de eleitores de Jair Bolsonaro (PL) durante um comício realizado em São Gonçalo, no Rio de Janeiro, em 18 de outubro.

Conteúdo investigadoVídeo que circula no TikTok, no qual torcedores do Flamengo aparecem supostamente xingando o candidato à presidência Lula durante uma partida de futebol no Maracanã.

Onde foi publicado: TikTok.

Conclusão do Comprova: É falso o vídeo publicado no TikTok que sugere que torcedores do Flamengo xingaram o candidato à presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT) de ladrão durante partida de futebol no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

O áudio que acompanha as imagens não é original. É, na verdade, oriundo de um vídeo postado na plataforma no dia 19 de outubro. O som foi captado em um comício realizado na cidade de São Gonçalo (RJ), que contou com a presença do presidente da República e candidato à reeleição, Jair Bolsonaro (PL).

A montagem com a torcida do Flamengo foi publicada no dia 20 de outubro. O mesmo áudio já foi inserido em mais de 100 vídeos do TikTok.

Falso, para o Comprova, é o conteúdo inventado ou que tenha sofrido edições para mudar o seu significado original e divulgado de modo deliberado para espalhar uma falsidade.

Alcance da publicação: Até o dia 26 de outubro, o conteúdo obteve mais de 5,7 mil curtidas, 276 comentários, mais de 82 mil visualizações e 2,1 mil compartilhamentos.

O que diz o responsável pela publicação: O TikTok não permite envio de mensagem direta entre contas que não se seguem mutuamente, logo, o responsável pela publicação não foi contactado. A equipe buscou perfil com identificação semelhante em outras redes, mas não obteve sucesso.

Como verificamos: O Comprova iniciou a verificação a partir do próprio TikTok, identificando de imediato que o áudio já havia sido utilizado em outras montagens. A partir de então, acessou o vídeo com o áudio original, onde constatou tratar-se de um comício com participação de Bolsonaro e Cláudio Castro em São Gonçalo.

A equipe, então, fez buscas no Google utilizando palavras como “Bolsonaro”, “comício” e “São Gonçalo”, o que retornou publicações do Poder360UOL e AFP sobre o evento político.

A equipe também utilizou o Invid, ferramenta para análise de vídeos e imagens. Com o recurso, foi possível dividir a gravação em frames, utilizados para a realização de busca reversa na internet. O vídeo original da partida não foi encontrado.

Áudio do vídeo é compartilhado em postagens do TikTok

O áudio do vídeo em que torcedores do Flamengo supostamente xingam Lula de ladrão já foi compartilhado em mais de 100 outros vídeos no TikTok desde 19 de outubro. A publicação original foi feita por um usuário da plataforma, identificado como Leandro Melo, e diz respeito a um trecho de um evento organizado pelo prefeito da cidade de São Gonçalo, região metropolitana do Rio de Janeiro, Capitão Nelson (PL), com apoio do seu filho, Douglas Ruas (PL), segundo deputado estadual mais votado no estado. O ato aconteceu em 18 de outubro e contou com a presença de Bolsonaro e do governador reeleito do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PL).

No TikTok, o áudio com xingamentos contra Lula já foi inserido em mais de 100 vídeos.

Na postagem verificada, é possível ver um círculo rodando no canto inferior direito. O símbolo mostra quem postou o áudio originalmente e utiliza a foto do perfil responsável pela gravação. É possível ver outras postagens que usaram a mesma gravação ao clicar sobre o ícone.

Marcação indicando que o áudio foi utilizado em outro vídeo.

No vídeo original, postado um dia após a realização do comício, é possível identificar o momento em que eleitores do candidato à reeleição entoam o grito de guerra com ataques a Lula ao avistarem um helicóptero que sobrevoa o evento político. Observa-se no trecho que as autoridades políticas estão no palco.

Print do vídeo original publicado no TikTok dia 19 de outubro.

Montagem com torcida do Flamengo é posterior ao vídeo do comício

A equipe do Comprova usou diversas ferramentas para tentar identificar a gravação original do vídeo, mas sem sucesso. No entanto, detalhes como as camisas do Flamengo das temporadas de 2013 e 2014, usadas por boa parte dos torcedores, e as instalações físicas do estádio, reformado para Copa do Mundo de 2014, dão indícios de que as imagens são posteriores a 2013.

Por que investigamos: O Comprova investiga conteúdos suspeitos sobre a pandemia, políticas públicas do governo federal e as eleições. Publicações falsas ou enganosas envolvendo candidatos à presidência, como a peça aqui verificada, podem induzir a interpretações equivocadas sobre a realidade e influenciar eleitores no momento da votação. Há considerável volume da veiculação de vídeos distorcidos, que tentam influenciar de forma falsa os eleitores. Os cidadãos têm direito de basear suas escolhas em informações verdadeiras e confiáveis.

Outras checagens sobre o tema: Investigações recentes do Comprova confirmaram que trecho que entrevista de Lula foi retirado de contexto para sugerir desprezo aos mais pobres, que o ator e humorista Marcelo Madureira não é autor de texto com críticas a Lula e que vídeo engana ao sugerir que Lula forçou beijo em comício.

Leia também: Comprova: Marcelo Madureira não é autor de texto com críticas a Lula; ator declarou voto no petista

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano