Pesquisar
Close this search box.

Projeto de lei define regras para respeito à população LGBTQIAPN+

Proposta pretende incluir temas relacionados à diversidade de gênero e sexualidade nos currículos escolares
Deputada federal Daiana Santos, autora do Projeto de Lei que busca efetivar os direitos da população LGBTQIAPN+.

Foto: Reprodução / Agência Câmara Notícias

3 de julho de 2024

Tramita na Câmara dos Deputados um Projeto de Lei (PL) que define regras e dispositivos para a promoção do respeito à diversidade de orientação sexual e identidade de gênero. A proposta tem como objetivo tornar efetivos os direitos da população LGBTQIAPN+.

O PL nº 2046/24 foi criado pela deputada federal Daiana Santos (PCdoB-RS) e será analisado pelas comissões de Previdência, Assistência Social, Infância, Adolescência e Família; Direitos Humanos, Minorias e Igualdade Racial; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. 

Dividido em sete capítulos, o projeto define como discriminação qualquer ato “que estabeleça distinção, restrição ou preferência que tenha por objetivo anular ou limitar direitos garantidos aos cidadãos em geral” ou que impeça o reconhecimento ou exercício de direitos humano e liberdades fundamentais.

De acordo com a proposta, caberá à União, aos estados e municípios a criação de observatórios de monitoramento da violência e das políticas públicas dirigidas à população LGBTQIAPN+. Também caberá aos entes federativos promover a inclusão de temas relacionados à diversidade de gênero e sexualidade nos currículos escolares.

O PL cria a Política Nacional de Saúde Integral da População LGBTQIAPN+, destinada à atenção integral à saúde, com ênfase no atendimento e prevenção dos agravos mais prevalentes na comunidade.

Para a parlamentar, a discussão do tema é crucial para a vida de milhões de pessoas e não pode ser descartada. “O objetivo principal é o de abrir espaço para que o tema seja abordado com a merecida abrangência e profundidade”, afirmou a deputada, em entrevista à Agência Câmara Notícias.

  • Verônica Serpa

    Graduanda de Jornalismo pela UNESP e caiçara do litoral norte de SP. Acredito na comunicação como forma de emancipação para populações tradicionais e marginalizadas. Apaixonada por fotografia, gastronomia e hip-hop.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

papo-preto-logo

Cotidiano

Na ONU, Brasil reafirma compromisso com a pauta racial no combate à violência

Mais de 80% dos modelos de campanhas publicitárias brasileiras são brancos, aponta estudo

O Quilombo

Aprovação do Dia Nacional do Funk é marco contra marginalização

Independência, liberdade e escravidão na Argentina

Clima e Meio Ambiente

Programa capacita lideranças das periferias do Rio para debates sobre questão climática

Território brasileiro pegou fogo em um a cada quatro hectares nos últimos 40 anos