Pesquisar
Close this search box.

Aparelha Luzia recebe encontro de leitura e escrita negra

21 de setembro de 2017

Clube Negrita de Leitura e Escrita é uma iniciativa organizada por Brunata Mires, a Malokêarô, escrita, desenhista, leitora e zineira. O encontro do grupo acontece no dia 23 de Setembro, na Aparelha Luzia.

Texto / Brunata Mires
Imagem / Divulgação

O Clube Negrita de Leitura e Escrita são encontros mensais de leitura de contos de autoras e autores já conhecidos e também de leitura de contos inéditos escritos pelos participantes dos encontros. Negrito são os traços mais grossos que destacam as palavras. Negritar é realçar as palavras, por isso, uma vez por mês no Clube Negrita nós escolhemos um conto para leitura conjunta; isso cria outro nível de compartilhamento das ideias da história e garante aos participantes uma vivência semelhante do conto para que, após a leitura, as questões e pensamentos sejam compartilhados entre tod@s.

No dia 23 de setembro faremos um encontro do Clube na Aparelha Luzia dichavando “Pai contra Mãe”, um conto escrito por Machado de Assis, o bruxão carioca. Serão três horas para ler, comer e conversar sobre uma história que, mesmo escrita em 1906, ainda é muito atual.

Nossos propósitos principais com o Clube Negrita são colaborar com a difusão dos trabalhos de escritoras e escritores negros e fortalecer o hábito da leitura entre as pessoas, principalmente as pessoas negras, pois, quanto mais palavras nós conhecemos mais nós conseguimos entender das entrelinhas do racismo cotidiano.

Os encontros do Clube Negrita são organizados por Brunata Mires, a Malokêarô. Bruna Tamires é escritora, desenhista, leitora e zineira. Formada em gestão de políticas públicas, se organiza para realizar vivências voltadas para a arte educação, comunicação não violenta e a educação para as sensibilidades.

Os encontros são gratuitos e itinerantes. Os interessados devem se inscrever aqui.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

papo-preto-logo

Cotidiano