Pesquisar
Close this search box.

SP: Museu das Favelas recebe o maior evento de pessoas trans na moda

Evento destaca a capacitação e profissionalização em corte e costura sustentável para pessoas trans e travestis
Imagem do prédio do Museu das Favelas, que recebe no mês de julho a 3ª edição do "Vou Assim Fashion Show", maior evento de pessoas trans na moda.

Foto: Reprodução/Carlos Pires

8 de julho de 2024

O ateliê criativo “Vou Assim”, em parceria com o Instituto Brasileiro de Transmasculinidades de São Paulo (IBRAT-SP), anunciou a 3ª edição do “Vou Assim Fashion Show”, o maior evento de pessoas trans na moda. O evento será realizado no dia 21 de julho, no Museu das Favelas, marcando o encerramento do projeto “Tecnologias Trans: outras imagens de moda”, que visa promover a capacitação e profissionalização em corte e costura sustentável para pessoas trans e travestis das periferias de São Paulo.

Com o tema “Mutação do Futuro”, o desfile deste ano contará com a participação de 26 modeles apresentando looks criados por 11 estilistas trans residentes do curso. Inspirada pelo conceito de Transmutação Têxtil, criado por Vicenta Perrotta, a mostra busca questionar quem são as pessoas que pensam e produzem a moda além da estética europeia e colonial, refletindo sobre as possibilidades de continuidade e futuro das múltiplas corporalidades, em uma moda que foge da lógica extrativista e segregadora.

A Pimentel, artista fundadora da Vou Assim, enfatiza a importância da presença de pessoas trans no pensamento e produção de moda no Brasil. “Pra mim, enquanto travesti e pessoa transfeminina, foi essencial estudar moda durante minha transição, pois isso me ajudou a entender minhas necessidades e resolver disforias impostas à minha corporeidade. Em duas edições, conseguimos apoiar e fomentar o trabalho artístico de aproximadamente 200 pessoas trans”, afirma em nota para imprensa.

Além do desfile, o evento contará com shows de artistas trans e travestis e uma roda de conversa sobre “O que pode um grupo de pessoas trans organizades?”. As atrações incluem DJ Kewarah, Calanga Paredão, Darlene Maravilha, Mc JL, Luä Ayo Ayana e P4dl0ck.

Kyem Ferreiro, coordenador geral do IBRAT-SP, enfatiza a necessidade de mudar a percepção sobre pessoas trans na moda. “O festival existe para mudar essa percepção, combinando moda, estética e beleza com uma crítica ao desperdício têxtil, propondo alternativas sustentáveis a partir das tecnologias trans. Nossa parceria com a Vou Assim visa incentivar a presença de pessoas transmasculinas na moda, apoiando suas criações e impulsionando suas carreiras”, declara.

Serviço

3ª edição do “Vou Assim Fashion Show”

Quando: domingo (21)

Horário: 15h

Onde: Museu das Favelas – Av. Rio Branco, 1269 – Campos Elíseos, São Paulo (SP)

  • Giovanne Ramos

    Jornalista multimídia formado pela UNESP. Atua com gestão e produção de conteúdos para redes sociais. Enxerga na comunicação um papel emancipatório quando exercida com responsabilidade, criticidade, paixão e representatividade.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

papo-preto-logo

Cotidiano