Pesquisar
Close this search box.

Número de mortos pela PM na Baixada Santista dobra em um ano

Dados publicados pela SSP apontam para mais de 70 mortes na região
Agentes da Polícia Militar de São Paulo reunidos em frente a uma escola, em Suzano (SP).

Foto: Rovena Rosa / Agência Brasil

2 de fevereiro de 2024

Em 2023, a Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMSP) matou 72 pessoas na Baixada Santista. O número representa mais que o dobro do índice de mortes por intervenção policial no ano anterior, que contou com 34 casos.

Os dados foram publicados pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-SP) no Diário Oficial do Estado. 

Por outro lado, dados disponíveis no site da SSP mostram um número um pouco maior do que o publicado no Diário Oficial. Na planilha de Mortes por Intervenção Policial, constam cerca de 81 ocorrências em Santos, Guarujá, São Vicente, Peruíbe, Cubatão, Praia Grande, Itanhaém e Guarujá, cidades que compõem a Baixada Santista. Os dados são públicos e podem ser consultados pelo site do órgão.

Em Guarujá, principal cidade da Operação Escudo, as ações policiais resultaram na morte de 27 pessoas, um aumento de 14,81% em relação ao ano anterior. Em 2022, a polícia matou 4 pessoas.

Mais da metade dos óbitos ocorreram entre os meses de julho e setembro, período em que foi realizada a Operação. A ação ocorreu em resposta ao assassinato de um policial militar no Guarujá. A operação da PM foi alvo de diversas denúncias de órgãos ligados aos direitos humanos e também de investigações por homicídio.

  • Verônica Serpa

    Graduanda de Jornalismo pela UNESP e caiçara do litoral norte de SP. Acredito na comunicação como forma de emancipação para populações tradicionais e marginalizadas. Apaixonada por fotografia, gastronomia e hip-hop.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

papo-preto-logo

Cotidiano