Pesquisar
Close this search box.

Projeto de lei busca reconhecer representatividade negra em Florianópolis

A proposta pretende resgatar memórias e celebrar a trajetória de Maria Antonieta de Barros
Imagem mostra Maria Antonieta de Barros.

Foto: Memorial Antonieta de Barros.

13 de dezembro de 2023

O projeto de lei nº 18952/2023, apresentado pela primeira vereadora negra de Florianópolis, Tânia Ramos (PSOL), institui o “Espaço a Céu Aberto Antonieta de Barros”, como reconhecimento e representatividade da população negra da região.

Localizado no Centro-Leste de Florianópolis, no entorno da antiga escola Antonieta de Barros, e delimitado pelas ruas Victor Meirelles, Saldanha Marinho e Nunes Machado, o espaço recebe diversas atividades culturais aos finais de semana, como o Samba de Antonieta. 

Há, também, registros históricos de que a população negra ocupava as ruas, mas com a urbanização e mudanças sociais e políticas, elas foram expulsas dali em direção aos morros. 

A vereadora, que assumiu o cargo em 2023, pauta lutas de representatividade negra e de minorias, e destaca a importância de espaços culturais se manterem vivos além da memória. 

“Dar nome ao espaço também é sobre valorizar e fomentar a cultura negra em Florianópolis, valorizar a arte em um contexto urbano e as diversas atividades culturais“, disse, em nota.

  • Patricia Santos

    Jornalista, poeta, fotógrafa e vídeomaker. Moradora do Jardim São Luis, zona sul de São Paulo, apaixonada por conversas sobre territórios, arte periférica e séries investigativas.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

papo-preto-logo

Cotidiano