Olimpíadas 2024

Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Peça homenageia Maria Firmina, primeira mulher negra a publicar romance no Brasil

A obra traz para o tempo presente a voz esquecida e invisibilizada da filha de uma ex-escravizada considerada a primeira escritora abolicionista do país
A atriz Lena Roque andando na rua. Ela é uma mulher negra de tom claro e veste uma roupa verlha e rosa.

Foto: Pedro Jackson

11 de outubro de 2023

Conhecida por ser a primeira mulher negra a escrever um romance no Brasil, Maria Firmina dos Reis será homenageada em uma peça de teatro no Itaú Cultural, em São Paulo. O espetáculo “Maria Firmina dos Reis, Presente!” estreia na quinta-feira (12), com entrada gratuita.

Com direção e atuação da atriz Lena Roque, o espetáculo promove interação entre o público e a personagem por meio dos poemas deixados em livros como “Úrsula” (1859), o primeiro romance da autora.

A atriz em cena abre uma conversa com o público sobre temas de sua época, mas que se mantém atuais, como escravatura e romantismo, abordados em seus livros, situando-a na história como uma mulher à frente do seu tempo.

A atriz Lena Roque em frente a uma estante de livros. Ela é uma mulher negra de pele clara e está vestida com uma fantasia e sapatos vermelhos.
A atriz Lena Roque interpreta Maria Firmina dos Reis em peça de teatro | Foto: Pedro Jackson

Com base em trechos de livros de Maria Firmina, a história se entrelaça às interações registradas em áudio pelas escritoras e intelectuais negras da contemporaneidade Cidinha da Silva, Eliana Alves Cruz e Luciana Diogo. Assim, abre-se uma conversa entre elas, Maria Firmina e a plateia.

A peça faz uma construção poético-ficcional do que seria um encontro entre passado e presente e liga pensamentos de diferentes tempos para criar uma expansão e reconstrução da imagem viva de Maria Firmina dos Reis para o futuro.

A concepção de figurinos e espaço cênico também foram pensados para a protagonista transitar em diferentes tempos e traz o afro-punk em adereços usados pela personagem. O folclore aparece nas danças e o contemporâneo em painéis de led.

Serviço
Onde: Itaú Cultural, Av. Paulista, 149 – Bela Vista, São Paulo – SP
Quando: De 12 a 22 de outubro (sempre de quinta-feira a domingo)
No feriado do dia 12/10 a sessão será às 19h
Duração: 60 minutos
Capacidade: 224 lugares
Classificação Indicativa: 14 anos
Ingressos no site.

  • Patricia Santos

    Jornalista, poeta, fotógrafa e vídeomaker. Moradora do Jardim São Luis, zona sul de São Paulo, apaixonada por conversas sobre territórios, arte periférica e séries investigativas.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

papo-preto-logo

Cotidiano