Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Brancos têm renda quatro vezes maior que os negros, indica relatório internacional

Nos Estados Unidos, a diferença financeira entre famílias brancas e negras é ainda maior, de 15%
Diversas notas de cinquenta, cem e dez reais.

Foto: Reprodução

15 de janeiro de 2024

O relatório internacional “Desigualdade S.A”, da organização britânica Ofxam, revelou uma diferença na distribuição de renda entre brancos e negros no Brasil. Segundo o estudo, a diferença entre a renda de pessoas brancas em relação à de pessoas negras chega a 70%.

“No Brasil, a desigualdade de renda e riqueza anda em paralelo com a desigualdade racial e de gênero – nossos super-ricos são quase todos homens e brancos. Para construirmos um país mais justo e menos desigual, precisamos enfrentar esse pacto da branquitude entre os mais ricos.”, afirma Katia Maia, diretora executiva da Oxfam Brasil.

O estudo, que também avalia o crescimento dos super-ricos à nível global, aponta para uma diferença de gênero na distribuição de renda. De acordo com o levantamento, no mundo todo homens possuem cerca de 105 trilhões de dólares a mais em patrimônio do que as mulheres.

O relatório do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgado em 2022, também destrincha a situação da desigualdade racial na distribuição de renda no Brasil. Segundo o documento, negros representam 64% dos desempregados no país. Em 2022, brancos receberam cerca de R$ 1.335 reais a mais que negros.

  • Verônica Serpa

    Graduanda de Jornalismo pela UNESP e caiçara do litoral norte de SP. Acredito na comunicação como forma de emancipação para populações tradicionais e marginalizadas. Apaixonada por fotografia, gastronomia e hip-hop.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano